IPTU e Tributos Online Paulista

IPTU e Tributos IPTU por E-mail

Notícias

Executiva de Imprensa |

Você sabe o que fazer em casos de afogamentos?

Se você é uma pessoa que adora frequentar praias, piscinas e rios precisa ter o conhecimento de como evitar afogamentos. Pois, o afogamento é sempre um risco em potencial para o banhista, por mais experiente que a pessoa seja em natação. Recentemente foram registrados cerca de cinco casos de afogamentos nas proximidades do Recife, e um deles no Pontal de Maria Farinha, Paulista. Por isso, é fundamental que o banhista saiba o que fazer caso entre em alguma correnteza do mar ou sofra cãibras nas pernas no momento de mergulho. Além de observar se a área é própria para o banho ou não.

Certamente, você já teve uma ideia do quão desesperador é quando alguém está se afogando. Segundo especialistas, a necessidade de saber o que fazer é de extrema importância, pois, uma pessoa inexperiente não deve tentar salvar a outra se não tiver condições físicas ou psicológicas. Portanto, para que algo pior não aconteça, listamos algumas orientações para banhistas e não banhistas para situações de afogamentos em praias, piscinas ou rios:

- Optar por mergulhos em locais que tenham profissionais do Corpo de Bombeiros;

- Se caso o banhista cair numa corrente de retorno, o ideal é não nadar contra o fluxo da corrente de retorno, e sim nadar de forma transversal ou paralela á praia, tentando sinalizar pedindo socorro a um guarda vidas mais próximo;

- Observar as orientações e normas disponibilizadas pelo Corpo de Bombeiros, atentando a bandeiras de cores pretas ou vermelhas para indicar um mar agitado e com correntes de retorno;

- Não deixar as crianças sozinhas. Para segurança, os responsáveis devem vigiá-las mantendo uma distância de um braço;

- Não entrar no mar agitado com objetos flutuantes, como colchões e similares, pois esses objetos causam uma falsa sensação de segurança, podendo acontecer de uma onda separar o objeto do banhista e deixa-lo em situações de risco;

- Não superestimar a habilidade em nadar, já que o maior número de acidentes com afogamentos ocorrem com pessoas que sabem nadar, mas que se depara com situações difíceis e não conseguem sair delas;

- Se ingerir bebida alcoólica, não entrar no mar, pois quem bebe tende a ser mais imprudente e se arrisca mais.

Imagens:

Arquivos:

  • Nenhum documento anexado.

Prime Brasil

COPYRIGHT © 2019 PREFEITURA DA CIDADE DO PAULISTA | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

PRAÇA AGAMENON MAGALHÃES, S/N — CENTRO, PAULISTA — CEP: 53401-441