IPTU e Tributos Online Paulista

IPTU e Tributos IPTU por E-mail

Notícias

Direitos Humanos/Cidadania |

Dia Mundial das Crianças Vítimas de Agressão sem ter muito que comemorar

Em 4 de junho de 1982 foi criado pela ONU (Organização das Nações Unidas) o Dia Mundial das Crianças Vítimas de Agressão. Essa data está longe de ser uma data comemorativa, porém, foi instituída em forma de protesto, luto e reflexão à essa violência que infelizmente, cresce todos os dias no mundo inteiro. A agressão física e psicológica deixa marcas para vida toda.

Este dia relembra todas as vítimas infantis de afogamento, envenenamento, espancamento, queimadura, trabalho infantil e abuso sexual, mas também é necessário chamar a atenção para a carência de proteção e de educação das crianças, que se encontram numa fase frágil, de construção de mentalidade, carácter e de valores. Garantir um ambiente seguro e são para o crescimento das crianças é um dever dos pais, famílias, comunidades locais, professores, educadores, governantes e população em geral.

Combater à violência infantil não é nada fácil, e, atualmente no Brasil, 18 mil crianças são vítimas de agressão por dia, o que de acordo com os dados apresentados pela Sociedade Internacional de Prevenção ao Abuso e Negligência na Infância (Sipani), representam 12% das 55,6 milhões de crianças menores de 14 anos de idade.

Um ponto importante sobre a defesa das crianças e adolescentes é em qualquer suspeita de violência ou agressão, encaminhar a denúncia para o Conselho Tutelar da cidade o mais rápido possível, tendo em vista que o público em questão é vulnerável. E, para saber o telefone do Conselho Tutelar mais próximo de sua casa, ligue para o número 100, lembrando que a ligação é gratuita e lhe é assegurado o anonimato.

Precisamos preservar a infância de nossas crianças e resguardar a adolescência também, afinal são períodos de extrema importância para o desenvolvimento sócio afetivo e cognitivo delas, além do que lutar por elas é garantir um futuro melhor e mais digno para o nosso mundo.

A seguir, confira algumas dicas de como identificar que uma criança está sendo violentada:

Perturbações no sono: A criança tem dificuldade para dormir ou fica com o sono agitado, podendo haver pesadelos repetidamente.

Alimentação: O apetite pode aumentar ou diminuir.

Desempenho na escola: Dificuldades de concentração, recusa na participação de atividades, queda no desempenho e aproveitamento escolar.

Mudanças de comportamento bruscas e repentinas: Podem envolver desde o desinteresse por atividades que costumam lhe dar prazer, ou até mesmo apresentar medos que já não possuíam antes.

Imagens:

Arquivos:

  • Nenhum documento anexado.

Prime Brasil

COPYRIGHT © 2019 PREFEITURA DA CIDADE DO PAULISTA | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

PRAÇA AGAMENON MAGALHÃES, S/N — CENTRO, PAULISTA — CEP: 53401-441